terça-feira, 25 de julho de 2017

Hoffits e as canções da Alegria

Péra! Hoffits?? O que, com mil raios, são Hoffits???

Tá. Vamos explicar bem devagarinho pra todo mundo entender. Primeiro veio Tolkien, então Tolkien falou: "Numa toca no chão vivia um Hobbit". Então o Hobbit virou clássico e virou áudio-livro, quadrinho, especial na BBC, filme, bonecos, games e uma infinidade de produtos. Hoje Hobbit é uma Marca protegida e ninguém pode usá-los sem autorização legal do administradores legais do espólio de Tolkien. E já era assim nos anos 70 quando surgiu o Dangeons & Dragons, o pioneiro e famoso RPG da TSR. Lá se podia ver guerreiros, magos, elfos, anões, orcs, goblins, diversas criaturas mágicas e hobbits...opa! Hobbits não! Halflings. Isso! Halflings não infrigiam o copyright. E... os Halfligs também ficaram populares, afinal quem joga RPG de Fantasia Medieval adora, ou adora odiar, essas criaturinhas dinâmicas e cheias de surpresas. No universo de Dragonlance os Hobbits/Halflings ganham uma contraparte chamada Kenders. Mais informações nos links abaixo. Fuce.



Toda esta introdução serve ao propósito de apresentar os Hoffits, uma terminologia genérica sem problemas com copyright desenvolvida para que essa classe de personagens pudesse figurar tranquilamente nas aventuras de fantasia-espada-magia de Zohrn.



Uma particularidade da produção das aventuras de Zohrn é o surgimento das canções dos Hoffits durante a roteirização das aventuras e da produção dos quadrinhos. Musiquinhas que representam o espírito, a jovialidade e a hiperatividade destes pequenos e admiráveis seres.

Para fins de registro histórico (e muita diversão) aqui estão listadas algumas pérolas do cancioneiro popular Hoffit.





E aproveitando o ensejo vou disponibilizar aqui mais uma canção que, embora não seja do cancioneiro folk hoffit, possui, digamos, um certo alinhamento estético:



MAIS:
Leia O Hobbit online GRÁTIS
Hobbits
Halflings 
Kenders
JJ Marreiro Soundcloud
JJ Marreiro Chirbit
JJ Marreiro Soundation



Nenhum comentário:

Postar um comentário