sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Catálogo de Heróis Brasileiros Vol.01



O faneditor e ilustrador Bartomeu Martins (também conhecido como Lancelot) acaba de lançar a primeira edição de seu catálogo de heróis para download. O catálogo ricamente ilustrado traz boa parte do material disponível no HQ Quadrinhos, um blog que desde 2008 publica perfis de personagens e matérias relacionadas aos quadrinhos clássicos.

Neste primeiro volume o foco é o herói brasileiro, Bartolomeu entrevistou vários dos autores para conseguir as informações que divulga nos profiles. Outras pesquisas foram feitas via internet, coleções particulares, sebos e lojas especializadas. Reunindo dados sobre a criação dos heróis, ano de publicação, aparições, poderes e origem o escritor também infere sobre a relevância dos criadores, sua linha de trabalho e influencias. As fichas dos heróis estão dispostas em ordem alfabética e, democraticamente, o autor compilou personagens clássicos e modernos tendo sido publicados em revistas, fanzines ou internet.

O trabalho autenticamente realizado em função de sua afinidade com os quadrinhos poderia ser ainda mais específico e ainda mais detalhado, entretanto há de se observar que foi feito sem fins lucrativos e por um único autor.

Um show à parte no catálogo são as belas ilustrações de Lancelot que apresentam os personagens em sua versão mais clássica e visual original e algumas vezes uma versão modernizada.

Os personagens brasileiros de HQs normalmente morrem junto com seus autores. Ficam eternizados nas HQs publicadas, mas após o falecimento do criador jamais reaparecem em novas HQs ou em publicações (exceto alguns raríssimos casos e mesmo assim todos ligados à publicações alternativas). Este é mais um entre tantos outros fatos que enfraquecem os personagens brasileiros (e não apenas aqueles do gênero Heróis Uniformizados). Se por um lado não podemos reencontrar esses personagens em novas, inéditas e atualizadas aventuras, pelo menos podemos saber de sua existência. É neste quesito em que o catálogo criado por Bartolomeu Martins ganha muitos pontos ao resgatar a memória de autores e personagens que não estão mais entre nós e que ficarão registrados na mente dos novos leitores e na história das histórias em quadrinhos graças a esta iniciativa.

Para baixar gratuitamente o catálogo clique aqui.

Para conhecer o trabalho de Lancelott e as fichas de heróis brazucas, heróis da golden age e outros artigos clique aqui.

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Heróis Espaciais - Buck Rogers


Conheci o Buck Rogers através da série de TV, muita aventura, naves espaciais, raios, mulheres fabulosas, robôs e extraterrestres na medida do possível. A série só existiu graças ao bum gerado por Star Wars que abriu espaço para produções do tipo. Os quadrinhos que li do Buck Rogers eram a adaptação do seriado da TV, as tiras originais de Dick Calkin, mesmo na web são poucas e bem difíceis de se encontrar.

O primeiro herói espacial dos quadrinhos foi criado na forma de contos para a revista Amazing Stories, no ano de 1928 pelo escritor Philip Francis Nowlan. Em seguida o personagem ganhou versões em aventuras radiofônicas e tiras de jornal (1928). Para alguns autores a estréia de Buck Rogers e Tarzan nas tiras de Jornal marcam o início da Era de Ouro dos Quadrinhos. Legal, não?! O traço na tira era muito limpo e a visão de futuro encantadoramente ingênua e pueril. De início as tiras foram compiladas e publicadas em formato revista, nascia a Famous Funnies, onde a série de Buck Rogers ganhava capas incríveis feitas pelo gênio Frank Frazetta.

Hoje em dia, uma nova série de quadrinhos com Buck Rogers voltou ao mundo pop. Um roteiro interessante (de Scott Beatty) e uma arte impecável de Carlos Rafael Duarte trazem o herói de volta com um design limpo e moderno.

As referencias que usei para a versão aqui apresentada são de uma action figure que tinha um tremendo climão retrô. Nada contra os artistas da nova geração, temos artistas geniais hoje em dia, mas os traços clássicos possuem um charme que o tempo e a moda não apagam (e são esses traços que mais me inspiram).

E comprovanado a força dos clássicos a web-série baseada em Buck Rogers (já em fase de produção) terá como base os romances originais e as tiras de jornal e não a série dos anos 70/80. Confira no teaser. Segundo o blog Universo Fantástico, a web-série começa no segundo semestre de 2010. Gil Gerard e Erin Gray (Buck e Wilma da versão de 1979) farão participações especiais.



Matéria sobre Buck Rogers no Armagem.com
Episódios raros do programa de rádio
Matéria do Universo Fantástico

domingo, 7 de fevereiro de 2010